Início > Moçambique

MOÇAMBIQUE

Metade das embarcações da EMATUM já têm licença para operar

Metade das embarcações adquiridas pela Empresa Moçambicana de Atum (EMATUM), para pesca, já têm licença para operar. O Ministro do Mar, Águas Interiores e Pesca, Agostinho Mondlane, assegura que as outras 12 embarcações serão licenciadas ainda este ano, e vão permitir aumentar a pesca do atum no país.

Maputo recebe maior navio jamais atracado em Moçambique

UM navio graneleiro com 292 metros de comprimento e 93.237 toneladas de peso bruto atracou recentemente em Maputo. A embarcação denominada Golden Kathrine é o maior navio a atracar num porto moçambicano e pode carregar até 80.000 toneladas de carga a granel.

Moçambique pretende atrair capital para a cabotagem

O governo de Moçambique está a preparar o enquadramento jurídico-legal para atrair o sector privado a investir na cabotagem, afirmou o ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita. O ministro mencionou algumas das vantagens da cabotagem, como a redução dos preços de transporte de mercadorias e consequente baixa de preços de produtos no destino, bem como a manutenção da coesão nacional, através da ligação norte-sul, que actualmente se faz apenas por estrada.

Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique ganha contrato para transportar milho para o Zimbabué

The National Railways do Zimbabué (NRZ) contratou os serviços da Transnet Freight Rail da África do Sul e da Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique para transportar diariamente 6 mil toneladas de milho a fim de evitar a fome no país, afirmou o director-geral da empresa. O ministro do Desenvolvimento da Agricultura, Mecanização e Irrigação, Joseph Made, informou recentemente precisar o país de importar 700 mil toneladas de milho entre Maio próximo e a próxima colheita em 2017 a fim de evitar a fome decorrente da seca que está a afectar as plantações na maior parte da África Austral.

MOÇAMBIQUE

DESEMBARAÇO ADUANEIRO: Há falta de operadores económicos autorizados

MOÇAMBIQUE carece de Operadores Económicos Autorizados (OEA), figuras“responsáveis, entre outros, pelo desalfandegamento de bens e mercadorias. Esta constatação foi feita em Maputo, durante um seminário de capacitação de OEA, organizado conjuntamente pela Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA) e a Autoridade Tributária de Moçambique (AT).

França propõe a Moçambique projeto conjunto de segurança marítima

O embaixador de França em Maputo defende uma estratégia conjunta para reforçar a segurança contra a pirataria no canal de Moçambique, uma das zonas de maior tráfego marítimo da região. "Os dois países têm a responsabilidade de garantir a segurança no canal de Moçambique e isso poderá ser eficaz com uma estratégia de segurança conjunta", disse à imprensa Bruno Clerc.

Navio turco abastece de energia norte de Moçambique e Zâmbia

Uma central eléctrica instalada a bordo de um navio atracado em Nacala deverá entrar em funcionamento no corrente mês de Março, indo abastecer de energia eléctrica a região norte de Moçambique e a vizinha Zâmbia, noticiou a imprensa moçambicana.
O navio MV Karadeniz Powership Irem Sultan, matriculado na Libéria, que atracou no porto de Nacala no passado dia 18 de Fevereiro, é uma central eléctrica detida e operada pela empresa com sede em Istambul Karadeniz Powership Co.

MOÇAMBIQUE

Porto de Maputo poderá receber navios de 80 mil toneladas

A Jan de Nul, uma empresa com sede no Luxemburgo, de­verá iniciar em Maio próximo a dragagem do canal do Porto de Maputo para permitir que esta infra-estrutura possa receber navios de até 80 mil toneladas, refere um comunicado citado pela AIM. O projecto da dra­gagem terá uma duração de 10 meses.
O custo total do projecto é de cerca de 115 milhões de dólares e as partes envolvidas já estão em negociações contratuais.

MOÇAMBIQUE

Movimento de mercadorias no Porto de Maputo caiu quase 20% em 2015

A Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC) manuseou, no ano passado, 15.6 milhões de toneladas de carga diversa, cifra que constitui uma queda de 19.17 por cento de volumes comparativamente às 19.3 milhões de toneladas manuseadas em 2014. A queda registada prende-se essencialmente com as difíceis condições vividas nos mercados internacionais, com uma descida acentuada dos preços das "commodities" em comparação com anos anteriores.

Falta de segurança nos portos de Moçambique agrava preço final

A falta de segurança no sistema ferroviário e portuário de Moçambique tem um impacto negativo que se vai reflectir de forma directa no custo final do serviço e dos produtos, afirmou na cidade da Beira o ministro dos Transportes e Comunicações.

Moçambique recebe primeiras três embarcações de intercepção

As primeiras três embarcações de intercepção HSI 32 encomendadas por Moçambique a um estaleiro naval de França deverão chegar ao porto de Pemba, norte do país, a 1 de Fevereiro próximo, noticiou a defenceWeb.

MOÇAMBIQUE

CMA CGM passa a escalar o porto de Nacala

O armador francês CMA CGM vai passar a escalar, quinzenalmente, o porto moçambicano de Nacala, no Serviço Expresso Swahili, que conta com um total de seis embarcações com capacidade para transportar até 2800 TEU, ligando o subcontinente indiano e a região do golfos Pérsico e de Omã e a região oriental de África.

MOÇAMBIQUE

Segunda fase da ampliação do Porto de Nacala começa este ano

O início da segunda fase das obras de modernização e ampliação do porto de Nacala deverá ocorrer ainda este ano, sendo que neste momento estão a ser realizados os trabalhos de preparação do lançamento dos respectivos concursos públicos. Quem o adiantou foi o governador provincial de Nampula, Victor Borges.

MOÇAMBIQUE

Linha do Sena aumenta capacidade de transporte para 20 milhões de toneladas/ano

As obras para o aumento da capacidade de transporte de mercadorias da linha ferroviária do Sena, de 6,5 milhões para 20 milhões de toneladas/ano, deverão ficar concluídas no decurso do primeiro semestre, segundo o diretor provincial dos Transportes e Comunicações de Sofala.

Companhia de transportes marítimos vai ligar Índia e Moçambique

A CMA CGM, a terceira maior empresa do mundo de transporte marítimo internacional, anunciou que vai incluir a partir deste mês o porto de Nacala, no norte de Moçambique, na sua rota regular de serviço, conhecida por 'Swahili Express'.

MOÇAMBIQUE

Linha de Nacala recebe primeiro comboio de carvão este mês

O comboio de transporte de carvão mineral come­ça a circular dentro deste mês, na nova linha férrea que liga as regiões de Moatize, na provín­cia de Tete, e o Porto de Nacala, em Nampula, garantiu o director provincial dos Transportes e Co­municações da chamada “terra do calor!”, Romeu Sandoca.

MOÇAMBIQUE

BAD apoia construção da linha Moatize-Nacala

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) aprovou a concessão de um em­préstimo de 300 milhões de dólares ao grupo brasileiro Vale para apoiar a cons­trução de uma linha férrea em Moçam­bique. Trata-se da linha que liga a vila de Moatize, província de Tete (no centro da bacia carbonífera de Moçambique), ao porto de águas profundas de Nacala, com uma extensão de 912 quilómetros, dos quais 230 quilómetros correspon­dem a uma construção de raiz, permi­tindo o acesso à província de Nampula, passando pelo Malawi.

MOÇAMBIQUE

CFM constrói porto seco em Chimbunila

A empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique vai construir um porto seco, no próximo ano, no povoado de Uti, distrito de Chimbunila, no Niassa, em substituição da actual estação na cidade de Lichinga. O futuro porto seco dista catorze quilómetros da cidade de Lichinga e vai compreender uma área de cem hectares.

Moçambique quer mais investimento em portos e ferrovias

O ministro dos Transportes e Comunicações de Moçambique, Carlos Mesquita, defendeu mais investimento nas infraestruturas ferro-portuárias, enaltecendo a importância de parcerias público-privadas para os principais corredores de desenvolvimento do país. "É preciso continuar a investir nos corredores, nas infraestruturas, apostando, e bem, nas parcerias com o setor privado", disse Carlos Mesquita, falando durante a abertura de um seminário sobre portos e caminhos de ferro, realizado em Maputo.

Construção do futuro porto de águas profundas de Macuse arranca em 2016

O ano de 2016 vai ser a meta do arranque das obras de construção do futuro porto de águas profundas de Macuse, em Quelimane, na Costa da Zambézia. A informação foi avançada pelo Presidente do Corredor de Desenvolvimento Integrado do Zambeze (CODIZA) Abdul Carimo, que vê na empreitada futura grandes benefícios, tanto para a Zambézia como para o corredor do Zambeze.

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)