Início > Moçambique

Recursos naturais em Moçambique atraíram 5 mil milhões de dólares em investimento

A exploração de recursos naturais em Moçambique, em que foram investidos 5 mil milhões de dólares, permitiu a criação de 15 mil postos de trabalho ao longo dos últimos cinco anos, afirmou a ministra dos Recursos Minerais. No decurso de um encontro de auscultação pública sobre políticas e estratégias de recursos minerais e de responsabilidade social empresarial na indústria extractiva, a ministra Esperança Bias disse ainda que a exploração dos recursos naturais permitiu também a arrecadação de mais mil milhões de dólares em receitas fiscais.

MOÇAMBIQUE

Obras na Linha do Sena concluídas em 2015

A agência noticiosa moçambicana AIM adianta que as obras de modernização da linha de caminho-de-ferro do Sena, feitas para aumentar a capacidade de escoamento para 20 milhões de toneladas por ano, deverão ficar concluídas até finais de 2015, acrescentando que estão a decorrer as obras de construção de pontos de cruzamento de comboios e de reparação da via para permitir o aumento da velocidade média dos comboios que transitam na linha.

Consórcio de empresas de Moçambique e da Tailândia vai construir ferrovia e terminal portuário

Um consórcio formado pela empresa Italthai Engineering com 60%, pelo consórcio moçambicano Codiza e pela empresa estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (20% cada) ficou com a empreitada de construção da linha de caminho-de-ferro entre Moatize e Macuse e do respetivo terminal portuário.

MOÇAMBIQUE

Porto de Maputo chega aos 17 milhões de toneladas este ano

A Companhia de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC), gestora do porto de Maputo, em Moçambique, adiantou que o porto vai este ano movimentar o valor recorde de 17 milhões de toneladas de carga.
O ministro dos Transportes e Comunicações de Moçambique, Gabriel Muthisse, afirmou tratar-se de uma fasquia histórica que testemunha o esforço de crescimento e o compromisso com a economia nacional e regional.

MOÇAMBIQUE

Vale quer vender metade da participação que detém no Corredor de Nacala

O presidente da Vale, grupo mineiro brasileiro, admitiu que o grupo quer desfazer-se de metade da participação que detém no Corredor de Nacala (35 dos 70%), em Moçambique, mantendo no entanto o controlo sobre o projecto.
A Vale tem uma participação de 70% no Corredor de Nacala e a estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique tem os restantes 30%.

FMI elogia PPPs moçambicanas, nomeadamente nos portos

O FMI - Fundo Monetário Internacional elogiou Moçambique, a sua capacidade para atriar Investimento Direto Estrangeiro (IDE) e pelo facto de ter sido dos primeiros Estados de baixo rendimento a apostar nas parcerias público-privadas.

Obras de requalificação da ferrovia do Sena, em Moçambique, deverão ficar concluídas em 2015

As obras de requalificação da ferrovia Linha de Sena, visando incrementar a sua capacidade de escoamento de mercadorias, deverão ficar concluídas até finais de 2015, segundo o governo moçambicano.
Atualmente, estão a decorrer as obras de construção de pontos de cruzamento de comboios e de reabilitação da via para permitir o aumento da velocidade média dos comboios que transitam na ferrovia.

Delmas reforça ligações a Moçambique com novo serviço feeder

Neste mês de dezembro, a Delmas passa a contar com um novo serviço 'feeder' a ligar Moçambique. Denominado "Rhino Express", o serviço tocará os portos de Pemba e de Quelimane, para além de Nacala, Beira, Maputo e Durban (África do Sul). O serviço contará assim com a seguinte rotação: Durban, Maputo, Beira, Quelimane, Nacala e Pemba e regressa escalando apenas Maputo e Durban.

MOÇAMBIQUE

CFM com ganhos de 40 milhões no transporte de carvão até outubro

A companhia de caminhos de ferro de Moçambique (CFM) ganhou 53 milhões de dólares, quase 40 milhões de euros, transportando carvão entre Moatize, na província de Tete, até ao porto da Beira, de janeiro a outubro.

Moçambique poderá crescer oito por cento em 2014

O Ministro da Planificação e Desenvolvimento, Aiuba Cuereneia, anunciou em Maputo que Moçambique prevê um crescimento económico de oito por cento para 2014. Falando durante a reunião final de Avaliação dos Quadros de Desempenho entre o governo e os parceiros de cooperação, Cuereneia disse que, para o mesmo período, o governo prevê um nível de inflação de 5,6 por cento e exportações no valor de 4,7 biliões de dólares, o que representa um crescimento de 21 por cento comparativamente à meta prevista para este ano.

MOÇAMBIQUE

Rio Tinto atinge recorde de transporte de carvão

A RIO Tinto Coal Moçambique (RTCM) atingiu no passado mês de Outubro o seu recorde de transporte de carvão para o Porto da Beira. Com efeito, o transporte de carvão atingiu mais de 95 mil toneladas escoadas para o local através da linha-férrea de Sena.

Carvão rende 52 milhões de dólares a Moçambique

O PROCESSO de escoamento do carvão mineral extraído na bacia sedimentar do Zambeze, em Tete, através da Linha de Sena até ao Porto da Beira, na província de Sofala, já rendeu este ano aos cofres da empresa pública Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique mais de 52 milhões de dólares norte-americanos com o manuseamento de cerca de três milhões de toneladas daquele minério, contra 1,5 milhão de igual período do ano passado.

MOÇAMBIQUE

Siemens equipa ferrovia do Corredor Logístico Integrado do Norte

O grupo alemão Siemens foi seleccionado pela Corredor Logístico Integrado do Norte (CLIN) para fornecer o equipamento de sinalização e o sistema de controlo ferroviário para a linha férrea que ligará Moatize, em Tete, ao porto de Nacala, na provincia de Nampula.

MOÇAMBIQUE

Mais de 3 milhões de toneladas de carvão escoadas pelo Porto da Beira

Desde o início do ano, já foram escoadas 3 milhões de toneladas de carvão pelo porto da Beira, carvão esse que é extraído na província de Tete e que chega à Beira através da linha de caminho-de-ferro do Sena. A movimentação rendeu este ano à estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique 52 milhões de dólares.

EXPORTAÇÕES PARA A UNIÃO EUROPEIA

Moçambique insiste na eliminação de taxas

O Governo moçambicano continua a apostar na eliminação das taxas nas exportações para países da UE e negoceia neste momento a supressão das taxas a nível de exportação de açúcar.
O ministro da Indústria e Comércio moçambicano, Armando Inroga, lembra que Moçambique tem conhecido níveis de crescimento económico que permitem ter um excedente na balança comercial com alguns países da União Europeia, caso da Holanda para onde Moçambique exporta mais do que importa.

MOÇAMBIQUE

CFM lança concurso para reabilitação do Terminal de Petróleos do Porto da Beira

A Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) abriu um concurso para um contrato de consultoria referente à elaboração do Projecto de reabilitação e expansão do Terminal de Petróleos do Porto da Beira.

MOÇAMBIQUE

Linha do Sena deverá triplicar a capacidade até 2015

Em fevereiro de 2015 deverão estar terminadas as obras de beneficiação da linha de caminho-de-ferro do Sena, que vão aumentar a capacidade de transporte dos actuais 6,5 milhões de toneladas para 20 milhões de toneladas. As obras na linha que liga Moatize, na província de Tete, ao porto da Beira, na província em Sofala, incluindo no ramal Inhamitanga/Marromeu, numa extensão de 575 quilómetros, deverão ficar concluídas em Fevereiro de 2015.

MOÇAMBIQUE

Rio Tinto com mais locomotivas e vagões para o transporte de carvão

A Rio Tinto Coal Moçambique (RTCM), do grupo Rio Tinto, adquiriu quatro novas locomotivas e 110 vagões para o transporte de carvão extraído na mina de Benga. Os 110 vagões e duas das novas locomotivas já se encontram a operar na linha de Sena devendo as duas outras locomotivas chegar a Moçambique em novembro.

MOÇAMBIQUE

Tráfego no Porto de Maputo quadruplicou em 9 anos

Entre 2003 e 2012, o tráfego no porto de Maputo, em Moçambique, quase que quadruplicou mas, de acordo com o Economist Intelligence Unit (EIU), a infra-estrutura e o corredor de transportes associado mantêm potencial de crescimento.

Relações Moçambique-Espanha terão Portugal como âncora

A Câmara de Comércio Moçambique - Portugal e a sua congénere da Espanha acabam de dar início à cooperação na área empresarial, com a assinatura de um memorando de entendimento, na semana passada, em Lisboa. As relações que nascem terão Portugal como âncora, visto que este país já estabelece relações económicas e empresariais sólidas tanto com a Espanha quanto com Moçambique.

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)
em rotinas.php:
UPDATE banners SET JaVisto = JaVisto + 1 WHERE nID =