Início > Notícias

China desafia normas do transporte marítimo de cargas

A disputa contratual entre a maior empresa de logística da China e proprietários de navios está a chamar a atenção para a tensão criada pelo crescimento do sector corporativo chinês, que nem sempre se guia pelas regras globais estabelecidas.
A decisão da China Cosco Holdings Ltd, o braço de capital aberto da estatal Grupo Chinês de Logística Oceânica, de suspender ou atrasar o pagamento de fretes de navios acertados no auge do mercado de transporte marítimo em 2008 reflecte em parte a tensão cíclica da indústria de logística global.

ALERTA DA CEPAL

Portos da América do Sul devem modernizar-se

A Comissão Económica para a América Latina e as Caraíbas (CEPAL) lança o alerta: os portos da América do Sul devem modernizar as suas infra-estruturas, necessitando de importantes investimentos para poderem receber os navios de grandes dimensões que já circulam pelas principais rotas navais em todo o mundo.

Vende-se plataforma de 20 assoalhadas com vista para o mar

"Vende-se uma plataforma em bom estado. Vinte assoalhadas, vista panorâmica para o mar, amplo espaço para helicóptero", afirma o anúncio que pretende vender a plataforma petroleira Huldra, em pleno coração do Mar do Norte, ao preço módico de uma coroa (13 centavos do euro). Para se desfazer da instalação que em breve ficará inoperacional, entrando em desuso, já que o poço de petróleo que explorava está seco, a empresa petroleira norueguesa Statoil colocou a Huldra à venda num anúncio imobiliário dos mais tradicionais.

ÁFRICA DO SUL

De BRIC a BRICA

Desde o final do ano passado que a África do Sul passou a fazer parte da nova “locomotiva da economia mundial”, agora denominada BRICS: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (a derivação do “S” do novo acrónimo advém da denominação do país em inglês, “South Africa”) ou em português, BRICA.
Os especialistas internacionais estimam que os BRICA vão continuar a crescer mais do que o resto do mundo. Nada de extraordinário para um grupo de países que tem feito isso mesmo ao longo da última década.

BRICS

O Plano Marshall do século XXI?

A nova cúpula do G-20, que se reúne agora em Novembro, tem a espinhosa missão de estabelecer as novas formas de financiamento e dissolução da actual crise internacional; os países do bloco BRICS terão aqui um papel fundamental: a própria pressão do bloco junto ao FMI traz um alento no processo de desenvolvimento económico, considerando a força económica que os países têm demonstrado em todo o período de crise.

Receitas do turismo em África aumentaram 7% nos últimos dez anos

As receitas do turismo aumentaram 7% nestes últimos dez anos em África, segundo documentos da sétima sessão do Comité de Segurança Alimentar e Desenvolvimento Sustentável, que decorre em Addis Abeba. De acordo com estes documentos, "o turismo é uma das actividades emergentes mais prósperas de África e as suas receitas totais no mundo ultrapassaram 40 biliões de dólares americanos em 2010".

O Contexto Marítimo da China

A Stratfor analisa o contexto marítimo da China, os seus desafios, as suas fraquezas, as suas ameaças e as possíveis respostas de Pequim.

FORMAÇÃO DE QUADROS NA LUTA CONTRA A INSEGURANÇA MARÍTIMA

França Reforça Posição na Guiné Equatorial

A França reforça a sua presença na Guiné Equatorial com a inauguração de escola naval, de vocação regional, para formar quadros na luta contra a insegurança marítima. O director da cooperação de Segurança e Defesa, do MNE francês, general Clement Bollée, inaugurou este centro de formação militar, em Bata, que vai acolher 47 formandos vindos de 9 países. Angola e Cabo Verde são alguns dos países que já manifestaram a vontade de participar nas formações oferecidas por este centro de formação militar, financiado por Bruxelas.

África do Sul aproxima-se do BRIC visando mercados globais

Desde que assumiu o governo, o presidente da África do Sul dá sinais de querer intensificar relações com as potências emergentes, com vista ao crescimento económico e maior participação do país nos mercados globais.

Angola, Moçambique e Cabo Verde ganham centros de distribuição dos produtos do Brasil

Angola, Moçambique e Cabo Verde vão ganhar centros de distribuição para facilitar o comércio de produtos da região nordeste do Brasil, disse à Agência Lusa o director da Ceará Trade Brasil.
O centro de Angola deverá começar a funcionar ainda este ano, com o envio de um primeiro contentor antes do Natal, informou Roberto Marinho. A Ceará Trade Brasil é uma das empresas responsáveis pela iniciativa, ao lado de parceiros africanos.

Rota comercial pelo Ártico vai concorrer com Canal do Suez, diz Putin

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, prevê que a rota de navegação pelo Ártico ao longo da costa norte do país vai em breve rivalizar com o Canal do Suez como uma forma rápida de ligação comercial entre a Europa e a Ásia.
A Rússia deseja retomar a linha de navegação da era soviética diante da queda recorde nos níveis de gelo no pólo, o que pode acelerar as entregas de energia para a China e aumentar os negócios de transporte marítimo de cargas de empresas como a estatal Sovkomflot.

CPLP-CHINA

Trocas comerciais registam aumento

O comércio entre a China e os oito membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) atingiu 75,196 mil milhões de dólares de Janeiro a Agosto de 2011, um aumento homólogo de 28,37 por cento, de acordo com dados oficiais chineses divulgados dia 14 em Macau.
Nos primeiros oito meses do ano, a China exportou para os oito países de língua portuguesa mercadorias no valor de 25,348 mil milhões de dólares e importou bens cujo valor ascendeu a 49,849 mil milhões de dólares, gerando para a China um défice comercial de 24,501 mil milhões de dólares.

ÁFRICA

26 nações avançam para criação de zona de comércio livre

Vinte e seis nações africanas de três zonas aduaneiras regionais discutem em Joanesburgo a harmonização dos seus mecanismos legais e financeiros no sentido de criar uma zona de comércio livre que beneficie uma população combinada de quase 700 milhões de pessoas.

SÁBADO, 25 DE MAIO

No Rossio, em Lisboa

Português aceite como uma das línguas de trabalho na AGPAOC

A partir de 2005, o português passou a ser uma língua de trabalho nos Conselhos da Associação de Gestão dos Portos da África central e ocidental (AGPAOC), segundo uma decisão saída do 27.º Conselho da organização, realizado de 8 a 12 de Março de 2004, em Cotonou.

A 4 DE ABRIL, NA INTERMODAL | FEIRA INTERNACIONAL DE LOGÍSTICA | SÃO PAULO

Porto de Lisboa promove «Networking Empresarial Brasil-Portugal»

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família