Início > Moçambique

MOÇAMBIQUE

Incumprimento de regras aduaneiras continua a lesar o Estado

O director regional sul das Alfândegas de Moçambique, Amílcar Mulungo, afirma que o Estado moçambicano continua a perder muito dinheiro, devido ao incumprimento das regras aduaneiras.
O Estado acumula enormes prejuízos com os atropelos às regras aduaneiras. Sem, no entanto, avançar números, o director regional sul das Alfândegas de Moçambique, apenas acredita que o problema “tem os dias contados”.

MOÇAMBIQUE

Governo preocupado com pesca desenfreada do camarão e caranguejo na Zambézia

Os casos de pesca desenfreada do caranguejo do mangal e camarão de superfície na província central da Zambézia está a preocupar o governo provincial. O director provincial do Mar Águas Interiores e Pescas, Júlio Bastos, indicou que o governo está accionar todas as suas forças para bloquear aquela situação, que para além de perigar a extinção de espécies prejudica a economia da província.

MOÇAMBIQUE

Porto de Maputo e linha de Goba serão o ponto de acesso ao mar para o Eswatini (Suazilândia)

À sua chegada a Mbabane, o Chefe de Estado moçambicano reuniu com 28 empresários que o acompanham a Eswatini. Os mesmos colocaram algumas questões que dificultam a realização de negócios entre os dois países.

Moçambique tem servido basicamente como corredor para que Eswatini tenha acesso ao mar para importar e exportar diversos produtos. E nesta deslocação o Governo pretende tornar o Porto de Maputo o principal, senão o único usado por este reino.

MOÇAMBIQUE

Porto da Beira resistiu ao ciclone Idai

Apesar de alguns danos, o Porto da Beira suportou o impacto do ciclone Idai, que em 14 de Março atingiu a região centro de Moçambique. Já as estradas de acesso permaneciam inacessíveis vários dias depois do ciclone.

Grindrod envia porta-contentores para transportar ajuda humanitária em Moçambique

Na sequência da tragédia que assola Moçambique, Maláui e o Zimbabué, provocada pelo ciclone Idai, a companhia sul-africana Grindrod anunciou ontem que enviará um navio navio porta-contentores para terras moçambicanas, para, assim, providenciar ajuda humanitária internacional de Maputo à Beira.

CICLONE EM MOÇAMBIQUE

Cruz Vermelha Portuguesa angaria donativos para vítimas | https://www.cruzvermelha.pt/

Em "apelo de emergência" inserido na página oficial, a Cruz Vermelha Portuguesa informa que comunicou já à sua congénere "a disponibilidade para apoiar as respostas humanitárias" e pediu "à comunidade para contribuir através de donativos para o seu Fundo de Emergência".

Os donativos para o Fundo de Emergência podem ser transferidos para a conta bancária: PT50 0010 0000 3631 9110 0017 4.
Colabore também, ajudando os nossos irmãos moçambicanos.
 

CFM

Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique compra locomotivas e vagões

A empresa estatal Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique (CFM) investiu recentemente 37,5 milhões de dólares, de fundos próprios, para reforçar o material circulante com a aquisição de cinco locomotivas novas e 300 vagões-plataforma, disse uma fonte da empresa à agência noticiosa AIM.
A fonte adiantou que as locomotivas, que já se encontram em Maputo, têm capacidade para rebocar vagões contendo 2700 toneladas, contra 1800 toneladas conseguidas pelo equipamento actualmente em uso.

MOÇAMBIQUE

Expansão do Porto de Pemba vai custar 115 milhões de dólares

A expansão do Porto de Pemba, província de Cabo Delgado, vai custar 115 milhões de dólares, anunciou o presidente da empresa Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM).
O projecto de expansão do porto de Pemba tem em conta as perspectivas de desenvolvimento nas províncias de Cabo Delgado e Niassa no âmbito da mineração, agricultura e outras actividades industriais, referiu Miguel Matabele, presidente do Conselho de Administração dos CFM, citado pelo diário Notícias.

MOÇAMBIQUE

Obras de reabilitação do Porto de Maputo em fase «muito avançada»

As obras de reabilitação de um quilómetro de cais de acostagem do Porto de Maputo, o principal de Moçambique, estão uma fase "muito avançada", disse à Lusa uma fonte ligada ao processo.
"A obra está em fase muito avançada e prevemos entregar metade da obra em junho deste ano", afirmou Paulo Mata, gestor de Projetos da Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC, na sigla em inglês).

Paulo Mata falava à Lusa à margem do 11.º do Congresso da Associação dos Portos de Língua Portuguesa (APLOP).

MOÇAMBIQUE

Porto de Maputo investe em equipamento operacional

Acabam de chegar ao Porto de Maputo os dois novos guindastes móveis que se vêm juntar à frota operacional da MPDC. O objectivo desta nova aquisição é melhorar a produtividade, dando resposta à demanda crescente, sobretudo no referente aos minérios a granel.

“Para além dos dois guindastes móveis, adquirimos recentemente 14 pás- mecanicas, 8 tractores, 8 empilhadoras e 2 escavadoras (para operações de descarga de vagões). Este investimento está em linha com a necessidade de melhorar a utilização do cais e as obras de reabilitação e aprofundamento que estão a acontecer neste momento”, detalhou a Directora de Operações, Marla Calado.

Governo de Moçambique vai lançar concurso público para gestão do porto de pesca da Beira

O governo de Moçambique vai lançar durante o corrente ano um concurso público para a gestão do porto de pesca da Beira, segundo a Rádio Moçambique. O anúncio foi feito pelo vice-ministro do Mar, Águas Interiores e Pescas Henriques Bongece durante uma visita ao porto.

MOÇAMBIQUE

Projecto para limpar praias de Maputo lançado na Costa do Sol

PRAIA ZERO, um projeto financiado pelo Porto de Maputo e Heineken, implementado pela Cooperativa Ntumbuluku (uma associação de educação ambiental), e apoiado pelo Município de Maputo, foi lançado no final de dezembro de 2018.

MOÇAMBIQUE

MTC aponta a cabotagem como aposta para 2019

 O Ministro dos Transportes e Comunicações apontou a conclusão do regulamento aduaneiro para a cabotagem como um instrumento fundamental para alavancar o sector.

Índia concede linha de crédito a Moçambique para compra de equipamento ferroviário

O Banco de Exportações e Importações (ExIm) da Índia abriu uma linha de crédito de 95 milhões de dólares para que Moçambique adquira equipamento ferroviário, ao abrigo de um acordo recentemente assinado em Maputo.

A linha de crédito vai permitir que o governo de Moçambique adquira material ferroviário circulante, como sejam locomotivas, carruagens de passageiros e vagões de diverso tipo.

PORTOS DA APLOP

Porto da Beira, Moçambique

O Porto da Beira está localizado na costa leste do continente africano, a 20 km do mar aberto e à esquerda do estuário do Púnguè. O Porto da Beira compreende 12 cais, cujas profundidades variam entre oito a 10 metros.

PORTOS DA APLOP

Porto de Nacala, Moçambique

O Porto de Nacala localiza-se no extremo sul da baía de Bengo e, devido à profundidade das suas águas, apresenta condições excepcionais de navegabilidade, o que permite a entrada/saída de navios sem limitação de calado, 24 horas por dia, e não necessita de dragagem. Estas características conferem-lhe a classificação de maior porto natural de águas profundas da costa oriental de África.

MOÇAMBIQUE

CFM na região e no mundo

No ramo ferroviário existe uma associação das empresas ferroviárias denominada Associação das Empresas Ferroviárias da África Austral (SARA), cujo objectivo principal é promover os interesses comerciais das empresas de caminhos-de-ferro da região.

Os CFM são, igualmente, membros da MCLI (Maputo Corridor Logistics Initiative); já como membro da CPLP, os CFM estão filiados na Associação dos Portos de Língua Portuguesa - APLOP, que, à semelhança da SARA, tem como objectivo principal assegurar a defesa e promoção dos interesses dos seus associados, bem como contribuir para o desenvolvimento e modernização dos seus portos.

PORTOS DA LUSOFONIA

Pemba, Moçambique

O Porto de Pemba possui um cais com 183 metros de comprimento e uma largura de 17 metros, perfazendo uma área de 3.103 metros quadrados. Tem duas frentes de acostagem, uma com 135 metros de comprimento e uma profundidade entre 7 e 8 metros e a outra com 25 metros e uma profundidade de 2 a 5 metros.

Arrastões de empresa de Shenzhen, China, pescam em Moçambique

Os seis arrastões da empresa chinesa Yu Yi Industry Co. regressaram a um porto de Shenzhen transportando o primeiro carregamento de pescado capturado em Moçambique, segundo a página electrónica SeaFoodSource.

MOÇAMBIQUE

CdM investe 290 milhões no Porto da Beira para duplicar capacidade de movimentação de contentores

O Executivo moçambicano deu luz verde à materialização de um investimento adicional de 290 milhões de dólares no Porto da Beira, que será levado a cabo pela concessionária Cornelder de Moçambique (CdM).

O recente decreto dá provimento aos termos da adenda presente no contrato de concessão firmado, há duas décadas, entre a Cornelder de Moçambique, uma parceria entre a Cornelder Holding B.V. dos Países Baixos e a estatal Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique.

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família