Início > Artes

Ó MAR PINTADO, QUEM TE PINTOU...

J.M.W. Turner, o grande pintor do Mar

Turner foi um dos pintores mais importantes da sua geração, tendo o seu trabalho precedido as aventuras dos impressionistas. Foi também um homem do Mar, na condição de marinheiro, homem contemplativo e criador.

SANTA CATARINA - BRASIL

Documentário sobre «Homens do Porto»

O Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina lançou a Edição “Justiça em Movimento”, como uma série de12 reportagens realizadas durante três anos sobre a realidade das relações de trabalho em diversas categorias de trabalhadores. Entre essas reportagens, Portogente destaca o documentário “Homens do Porto”.
O documentário “Homens do porto” mostra que o trabalho avulso nos portos brasileiros é uma das relações de trabalho mais difíceis de entender, tratar e julgar. Conclui que os portuários são a categoria de trabalhadores mais antiga que se tem notícia no país e existe desde os embarques de pau brasil. Essa experiência responde por conquistas trabalhistas, com destaque para o controle das contratações pelos próprios trabalhadores, por meio de seus sindicatos.

CINE-ESPLANADA FLAMINGO

Ali Zaoua, o menino que dormia no porto de Casablanca

Um filme como Ali Zaoua (Nabil Ayouch, 2000), por exemplo, explora habilmente o imaginário infantil para falar do desejo de viagem real e imaginária como meio de fugir da realidade social de Marrocos. A partir das leituras que sua mãe lhe fazia, Ali, criança de rua que dorme no porto de Casablanca, imagina um país onde tem dois sóis e para onde ele quer zarpar com uma bússola que carrega no bolso. No fim do filme ele tem direito ao funeral digno de um “príncipe” e é conduzido a este país imaginário por seus compadres e demais meninos de rua de Casablanca. Todos embarcam com o corpo de Ali a bordo de uma pequena embarcação.

ESTÚDIOS KALUNGA

KURIKUTELA – DO PORTO DO LOBITO AO LUAU - O comboio celebrado pelo Duo Ouro Negro

Comboio-Mala é uma das canções, mas a que ficou no ouvido de todos foi “Kurikutela”. O “Duo Ouro Negro” contava, em “Kurikutela”, a estória de uma viagem no Caminho de Ferro de Benguela.
Kurikutela foi a música de estreia de Raul e Milo no Cinema Restauração, em Luanda, e mais tarde no Cinema Roma, em Lisboa.

ESTÚDIOS KALUNGA

Maron di Mar | Zé Manel | Guiné-Bissau

Estreamos hoje secção com músicas tendo o mar por tema. Em quimbundo, o mar chama-se kalunga, mas a sereia não se chama Kalunga. Este nome é aplicado a um outro ser sobrenatural, chamado Kalunga Ngombe ou KalungaNgumba, consoante as regiões, que é o espírito que preside ao reino dos mortos. Por vezes, em vez de se dizer que alguém morreu (uafu), diz-se que o falecido foi levado por Kalunga (Kalunga ua mu ambata). Este nome kalunga está, portanto, associado a algo que é eterno, como a morte, ou imenso, como o mar. Em umbundo, Kalunga significa Deus.

 

CAMERON CHERNOFF

Sea God

ÂNGELA GOMES

Torre de Belém

ÂNGELA GOMES

Velas coloridas

ÂNGELA GOMES

Há festa no mar

ÂNGELA GOMES

Ilha Encantada

MAR PINTADO

Paul Cézanne

MAR PINTADO

Paul Cézanne

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família