Início > Moçambique

MOÇAMBIQUE

Linha Cuamba-Lichinga vai ser reconstruída

O primeiro-ministro, Aires Ali, deverá presidir, ainda este mês de Outubro, ao acto de lançamento do projecto de reconstrução da linha de caminho-de-ferro que liga as cidades de Cuamba e Lichinga, na província do Niassa, no norte de Moçambique.
A linha de caminho-de-ferro entre Cuamba e Lichinga, numa extensão de 263 quilómetros, é importante para o desenvolvimento da província do Niassa, uma vez que a estrada que liga as duas cidades fica intransitável na época das chuvas.

MOÇAMBIQUE

Porto de Maputo deverá abraçar estratégia para aumentar comércio com hinterland

A organização do Mercado Comum para a África Oriental e Austral convidou as empresas de consultoria a manifestarem interesse na elaboração de uma estratégia para o corredor de carga do porto de Maputo, informou a página electrónica sul-africana Engineering News.

MOÇAMBIQUE

Operadores sul-africanos familiarizados com Janela Única Electrónica

Com vista a permitir o uso eficiente do sistema da Janela Única Electrónica (JUE), operacionalizada na fronteira de Ressano Garcia, em Moçambique, alguns agentes operadores de comércio exterior em diversas áreas de actividade e baseados na África do Sul e Moçambique, participaram, em Komatiport, num workshop organizado pela equipa de implementação do novo sistema de desembaraço alfandegário com apoio da Maputo Corridor Logistic Iniciative (MCLI).

MOÇAMBIQUE

Plano-director do Porto de Maputo: Adjudicada gestão dos serviços marítimos

A SOCIEDADE de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC) adjudicou a gestão e operação dos serviços de pilotagem, reboque e amarração a uma empresa de especialidade, no quadro de uma estratégia visando aumentar a competitividade do porto e garantir eficiência na provisão de respostas às exigências dos utilizadores.

MOÇAMBIQUE

Encomendada estratégia para o corredor do porto de Maputo

Segundo a página eletrónica sul-africana 'Engineering News', a organização 'Mercado Comum para a África Oriental e Austral' convidou as empresas de consultoria a manifestarem interesse na elaboração de uma estratégia para o corredor de carga do porto de Maputo. A estratégia fará parte de uma abordagem coordenada centrada no desenvolvimento dos corredores de transporte e do porto de Maputo enquadrado num sistema integrado destinado a aumentar as trocas comerciais.

MOÇAMBIQUE

Botswana escolhe portos da Beira e Maputo para exportação de carvão

Os portos moçambicanos são as infraestruturas escolhidas pelo Botsuana para o acesso ao Oceano Índico no seu comércio internacional. Este acordo foi celebrado ao abrigo de um memorando de entendimento assinado entre os dois países, noticia a Lusa.
Os portos utilizados para a exportação de carvão do Botsuana para o mercado asiático serão os portos da Beira, no centro, e Maputo, no sul, sendo estimado que a exploração das reservas de carvão daquele país atinja as 212 mil milhões de toneladas.

MOÇAMBIQUE

Governo procura financiamento para sistema ferro-portuário em Gaza

O Ministério dos Transportes e Comunicações de Moçambique procura financiamento para a construção, na província de Gaza, de um sistema ferro-portuário capaz de processar 150 milhões de toneladas/ano. A confirmação foi dada por Paulo Zucula, ministro que tutela a pasta, tendo acrescentado que o projeto deverá assumir a forma jurídica de uma parceria público-privada.

MOÇAMBIQUE

Ingleses apresentam projecto do terminal de carvão em Nacala

A britânica Eurasian Natural Resources Corporation (ENRC) vai apresentar publicamente o projecto de construção de um terminal de carvão em Nacala-a-Velha, em reuniões a terem lugar esta semana, nas cidades de Nampula e Nacala-Porto, soube a macauhub, em Maputo.

MOÇAMBIQUE

Porto de Nacala investe em tecnologia para diminuir contrabando

As actividades de contrabando estão a sofrer entraves devido à adoção de modernas tecnologias para o controlo eficiente das mercadorias que são movimentadas através do porto de Nacala, província de Nampula, em Moçambique. A apreciação foi feita por membros do parlamento moçambicano, que recentemente trabalharam na província de Nampula, tendo efetuado uma visita ao porto de Nacala.
 

MOÇAMBIQUE

Porto de Maputo pretende receber mais carga por ferrovia

As empresas Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique, Transnet Freight Rail da África do Sul, Swaziland Railway e a Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo assinaram recentemente um memorando de entendimento que prevê a criação de um Centro de Operação Conjunto para permitir uma gestão eficiente dos diversos fluxos de carga e otimizar o sistema ferro-portuário no corredor de Maputo.

Moçambique recupera carga ferroviária perdida para outros operadores

De acordo com Rosário Mualeia, presidente da Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), Moçambique está a recuperar grande parte da carga que tinha perdido a favor de outras rotas da região por razões de segurança e qualidade das infra-estruturas de transporte e ferro-portuárias.
Rosário Mualeia salienta que essa recuperação é um dos resultados do investimento que tem vindo a ser feito na modernização dos meios materiais , com impacto no aumento da eficácia e eficiência dos serviços prestados.

MOÇAMBIQUE

Fernave já deu formação a mais de 40 maquinistas da Rio Tinto Coal Moçambique

A Transcom – Sociedade de Formação, Consultoria e Auditoria em Transportes e Comunicações vai reforçar a formação de maquinistas que irão conduzir as locomotivas que procederão ao escoamento do carvão extraído pelo grupo Rio Tinto na província de Tete.
A empresa privada de direito moçambicano Transcom tem como acionistas a Fernave, a TDM, a Visabeira Moçambique, mCel (Moçambique Celular), Entreposto Moçambique, Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) e Aeroportos de Moçambique.

COMEÇA ESTA SEGUNDA-FEIRA, EM MAPUTO

Mais de 140 empresas portuguesas participam na FACIM

Pelo menos 140 empresas portuguesas ou moçambicanas com capitais portugueses vão participar na 48ª Feira Internacional de Maputo (FACIM), a maior feira empresarial anual moçambicana, que decorre de segunda-feira, 27 de agosto, até 02 de setembro.
A presença de Portugal na FACIM remonta aos anos 1980 e o pavilhão tem sido o maior da FACIM, onde reúne um variado leque de serviços e produtos com selo português, oferecidos por organizações públicas e privadas.

MOÇAMBIQUE

Escoamento de minerais vai custar 14 mil milhões de dólares nos próximos 5 anos

Os projectos de infra-estruturas ferro-portuárias em Moçambique para assegurar o escoamento de minerais, com destaque para o carvão, podem vir a custar 400 mil milhões de meticais (14 084 milhões de dólares) nos próximos cinco anos, afirmou o ministro dos Transportes e Comunicações.
Nos últimos quatro anos, o governo e parceiros afirmam terem investido cerca de 28 mil milhões de meticais (986 milhões de dólares) com maior incidência nos portos, caminhos-de-ferro, aviação civil, transportes rodoviários e públicos e expansão da rede das telecomunicações.

Moçambique pretende maior cooperação com o Quénia no combate à pirataria marítima

Filipe Nyusi, ministro da Defesa de Moçambique, manifestou a vontade de estreitar a cooperação com o Quénia no combate à pirataria marítima no Oceano Índico. De acordo com Filipe Nyusi, o alargamento da colaboração com o Quénia vai gerar uma maior eficácia no combate à ameaça da pirataria no Canal de Moçambique, uma vez que aquele país é vizinho da Somália, país de onde são originários os piratas que desestabilizam a navegação marítima no Oceano Índico.

TOMAS TIMBANE:

AS PME estão cada vez mais em Moçambique

Nos últimos dois anos, Moçambique, como Angola, tornou-se um mercado prioritário para o investimento português.
Sim, tradicionalmente, Portugal é um dos maiores investidores em Moçambique, mas por causa da crise na Europa, está a perder o lugar que tinha. A África do Sul é outro investidor internacional em Moçambique, mas também muito investimento chinês e brasileiro. Em muitas áreas: energia, construção, infra-estruturas, recursos naturais. Na área mineira temos descobertas muito interessantes. Mas a Índia e Austrália também estão entre os maiores investidores.

MOÇAMBIQUE

Estudo sobre ocupação costeira pronto até Novembro

Até Novembro de 2012 ficar-se-á a conhecer o ponto de situação em relação à ocupação da costa moçambicana, logo que se concluir um estudo neste sentido que está efectuado desde Junho de 2011 pelo Ministério para a Coordenação da Acção Ambiental (MICOA). Denominado por Avaliação Ambiental Estratégica da Costa, o referido trabalho está a ser efectuado ao longo dos 48 distritos costeiros do país.

Porto de Maputo vai duplicar tráfego até 2018

O porto de Maputo, o maior de Moçambique, está a registar “forte crescimento do tráfego”, que irá mais do que duplicar nos próximos seis anos, de acordo com a Economist Intelligence Unit. Segundo a EIU, no relatório de Junho sobre Moçambique, no final do ano a carga processada deverá atingir 14 milhões de toneladas, face aos 11,8 milhões de 2011, que representaram um aumento de 30% em relação a 2010.

MOÇAMBIQUE

Governo aprova adesão ao código de conduta sobre repressão da pirataria

O governo de Moçambique determinou a adesão do país ao Código de Conduta de Djibouti, relativo a Repressão da Pirataria e Assaltos à Mão Armada Contra Navios no Ocidente do Oceano Índico e no Golfo de Éden.
Este código facilita a partilha de informação entre os países que vivem nesta região e também todas as acções de repressão contra a pirataria marítima.

Fernave presta serviços de Assistência Técnica à Rio Tinto Moçambique

No âmbito de um acordo entre a Fernave e a Rio Tinto Moçambique, que visa a prestação de serviços de assistência técnica por parte da primeira à segunda, a Fernave recebeu esta semana dois Quadros daquela multinacional com o objetivo de finalizar o processo de implementação da Assistência Técnica para a área da Tração, que será desenvolvido nas cidades da Beira e Tête e em todo o corredor da Linha de Sena.

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012