Início > Moçambique

PIB moçambicano cresce 6,8% no terceiro trimestre de 2012

Moçambique registou um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) na ordem de 6.8 por cento no terceiro trimestre deste ano, comparativamente a igual período do ano passado. De acordo com as Contas Nacionais preliminares do Instituto Nacional de Estatísticas (INE) ao terceiro trimestre, em termos cumulativos, as estimativas dos três primeiros trimestres de 2012 mostram que quase todos os sectores tiveram um desempenho positivo.

MOÇAMBIQUE

ENH na pesquisa de hidrocarbonetos

Como forma de responder à estratégia do sector de recursos minerais, a ENH participa em todos os blocos e áreas de pesquisa de hidrocarbonetos em Moçambique, como braço comercial do Governo. A ENH actua como parceiro e participa em todos os momentos de pesquisa, produção, desenvolvimento e produção e deve reportar ao Governo o decurso das actividades e seus resultados. Em Moçambique, encontram-se 11 áreas activas na pesquisa de hidrocarbonetos e a ENH detém participações entre 10 a 25%.

MOÇAMBIQUE

Vale iniciou construção de troço ferroviário que atravessará o Malawi

A Vale Moçambique, subsidiária do grupo brasileiro Vale, lançou a primeira pedra das obras de construção de 136 quilómetros de nova linha de caminho-de-ferro e reparação de 99 quilómetros já existentes. A obra inclui ainda a construção de 45 pontes ferroviárias e três viadutos rodoviários, estando orçada orçada em 1,1 mil milhões de dólares, detinando-se a transportar carvão extraído na província de Tete até ao porto de águas profundas de Nacala.

MOÇAMBIQUE

Porto de Maputo deve chegar aos 15 milhões de toneladas este ano

Osório Lucas, director da Companhia de Desenvolvimento do Porto de Maputo, referiu ao jornal moçambicano 'O País' que porto da capital moçambicana deverá este ano processar 15 milhões de toneladas de carga, principalmente minerais, número que mais que duplica os 7 milhões de toneladas movimentadas em 2011.

MOÇAMBIQUE

Grupo cazaque ENRC vai construir ferrovia entre Tete e o porto de Nacala

O grupo mineiro ENRC, do Cazaquistão, vai construir uma linha de caminho-de-ferro para proceder ao escoamento de carvão da concessão em Tete para o porto de Nacala. A informação foi avançada pelo diretor da ERNC Coal Africa, Paul Craven, que acrescentou que a construção da linha de caminho-de-ferro terá início no primeiro trimestre de 2014 a fim de entrar em funcionamento no final de 2015 ou início de 2016.

MOÇAMBIQUE

Lançado concurso público de 2 mil milhões de dólares para projecto ferro-portuário

Rosário Mualeia, presidente da estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique anunciou que o governo moçambicano vai lançar um concurso público internacional para um projeto ferroviário e portuário no montante de 2 mil milhões de dólares. “O concurso público deverá ser lançado até ao final do ano, terá um valor de 2 mil milhões de dólares e visa resolver problemas logísticos relacionados com a necessidade de aumentar as exportações de carvão”, referiu Rosário Mualeia.

Até Outubro, 12 mil estrangeiros pediram autorização de trabalho em Moçambique

O Ministério do Trabalho de Moçambique (MITRAB) recebeu, até ao terceiro trimestre desde ano, um total de 11.821 pedidos de cidadãos estrangeiros para trabalhar no país em diversas áreas de actividade. Segundo os dados da Direcção Nacional do Trabalho Migratório do MITRAB, este número constitui um aumento de pedidos em relação ao igual período do ano passado, em que esta instituição registou pouco mais de 11 mil estrangeiros.

MOÇAMBIQUE

VALE realiza curso de engenharia ferroviária

A companhia mineira VALE Moçambique está a financiar a especialização de 31 moçambicanos em engenharia ferroviária que visa dotar os beneficiários de conhecimentos e habilidades específicas em transporte ferroviário, abrangendo novos conceitos, ferramentas e metodologias de apoio a gestão e manutenção de operações.

Redução de caudais de rios provoca escassez de peixe no centro de Moçambique

A redução dos caudais dos rios de Manica, centro de Moçambique, devido à escassez de chuva e ação do garimpo, está a provocar a falta de peixe, um dos principais alimentos da população, disse hoje fonte oficial. António Mapure, secretário permanente da província de Manica, disse que o Governo tem notado com preocupação a "baixa precipitada" dos caudais dos principais rios da região, sobretudo os que alimentam a albufeira de Chicamba, que dá nome à espécie do peixe.

A DECORRER EM MAPUTO

Conferência da Associação dos Caminhos de Ferro da África Austral

Decorre em Maputo até esta quinta-feira, 8 de Novembro, uma Conferência da Associação dos Caminhos de Ferro da África Austral (SARA - Southern African Railways Association) organizada pela CFM - Caminhos de Ferro de Moçambique.

CFM estuda aumento da capacidade da linha de Sena

A estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) está a estudar o aumento da capacidade da linha de caminho-de-ferro do Sena 20 milhões de toneladas/ano e a circulação de composições até 84 vagões. O jornal Notícias de Maputo cita o director da Brigada de Reconstrução da Linha de Sena, Sancho Quipiço Júnior, a informar ainda que os estudos de aumento da capacidade anual estão a ser efectuados tendo por base a premissa de que não haverá necessidade de duplicação da via.

Carvão sobe PIB de Moçambique para 8,4% em 2013

O carvão vai ser o principal responsável pela subida da taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2013, segundo previsões da proposta do Plano Económico e Social (PES) 2013, depositada pelo Executivo moçambicano na Assembleia da República (AR). As projecções apontam para um crescimento da economia de 8.4% no próximo ano, o que representa uma subida de 0,9 pontos percentuais em relação à previsão para 2012 (7.5%).

MOÇAMBIQUE

Caminho-de-ferro de Machipanda volta a ligar o país ao Zimbabué

Os 317 quilómetros da linha de caminho-de-ferro de Machipanda estão de novo operacionais, depois de em dezembro de 2011 o sistema ferroviário da Beira ter voltado a ser gerido pela estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique.

Moçambique, o leão africano

A economia moçambicana apresentou um desempenho vigoroso em 2011, mantendo-se como um dos países que mais está a crescer no mundo. A descoberta de importantes reservas de carvão e gás vão dar um novo impulso ao país. Depois dos Tigres Asiáticos, chegou a hora dos Leões Africanos. Saberá Portugal aproveitar esta oportunidade?

MOÇAMBIQUE

Porto de Maputo envolve PME's no manuseamento de mercadorias

O porto de Maputo deverá lançar no próximo ano novas formas de envolver as pequenas e médias empresas moçambicanas na prestação de serviços que levem à satisfação de todos os pedidos de manuseamento de mercadorias destinadas à importação e exportação através daquela infra-estrutura portuária. A ideia surge como forma de responder ao aumento da capacidade de manuseamento de carga diversa no porto moçambicano.

MOÇAMBIQUE

Vale enviou 95 comboios com carvão para o porto da Beira em Setembro

No mês de setembro, o grupo mineiro Vale enviou o número recorde de 95 comboios carregados com carvão que seguiram de Moatize para o porto da Beira. Citado diário moçambicano 'Notícias', Vanderlei Marques, da Vale, adiantou que aquele número de comboios permitiu o embarque de 257 mil toneladas de carvão em quatro navios, três dos quais Panamax com 80 mil toneladas de capacidade cada um, facto inédito um único mês até à data.

MOÇAMBIQUE

Investidos 7 milhões de dólares na renovação do terminal de combustíveis de Nacala

A BP Mozambique investiu mais de 7 milhões de dólares no terminal de combustíveis de Nacala, na província de Nampula, informou a subsidiária moçambicana do grupo BP. De acordo com o comunicado, as obras de modernização do terminal destinaram-se a permitir que navios de grande calado possam atracar a fim de descarregar combustível.

MOÇAMBIQUE

Engenheiros da Vale e CFM recebem formação na área ferroviária

31 engenheiros da mineradora Vale, Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique e do Instituto Superior de Transporte e Comunicação beneficiam, desde o dia 26 de Setembro, em Moçambique, de um curso profissional de formação de especialistas em engenharia Ferroviária, informa um comunicado enviado à nossa redacção.
O curso visa “dotar os formandos de conhecimentos e habilidades específicas em transporte ferroviário, abrangendo novos conceitos, ferramentas, metodologias de apoio à gestão e manutenção de operações ferroviárias”, indica o comunicado.

PARA O PORTO DA BEIRA, MOÇAMBIQUE

Vale atinge recorde de 257 mil toneladas no transporte de carvão

A mineradora Vale em Moçambique atingiu, em Setembro, um recorde de 95 comboios carregados de carvão transportado de Moatize até ao Terminal de Carvão Cais 8, no porto da Beira. Este facto permitiu à Vale embarcar 257 mil toneladas de carvão em quatro navios, dos quais, três navios Panamax de 80 mil toneladas de capacidade cada, facto considerado inédito num período de 30 dias até ao momento.

MOÇAMBIQUE

Governo vai liberalizar serviços de cabotagem a prazo

De forma a responder às imposições da Organização Mundial de Comércio e da Organização Marítima Internacional, dois organismos a que Moçambique aderiu, o governo do país vai liberalizar a prazo os serviços de cabotagem.

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família