Início

BRASIL

Portos do Paraná tiveram melhor semestre da história, em movimentação


Os portos do Paraná alcançaram o melhor semestre da história, com 29.081.691 toneladas de cargas movimentadas. O volume de produtos importados e exportados entre janeiro e junho de 2021 foi 3% maior que o registado no mesmo período de 2020, que era recorde histórico até então, com 28.177.335 toneladas nos primeiros seis meses.

ANGOLA

Arrancam obras de desenvolvimento da Baia de Moçâmedes


O projecto de Desenvolvimento da Baía de Moçâmedes, província do Namibe, já arrancou, com a colocação da primeira pedra pelo ministro dos transportes, Ricardo de Abreu (na foto).

O projecto é financiado pela Toyota Tsuho Corporation, o Banco do Japão para a Cooperação Internacional (JBIC), bancos comerciais japoneses e Banco de Desenvolvimento da África Austral ( DBSA), em cerca de seiscentos milhões de dólares.

CABO VERDE

Terminal de Cruzeiros do Mindelo: ENAPOR recebe grupo de trabalho


O Conselho da Administração da ENAPOR , representado pelo PCA, Eng. Alcídio Lopes, e pela Administradora Executiva, Dra. Eugénia Soares, recebeu um grupo de trabalho, no âmbito do Projecto de Construção do Terminal de Cruzeiros do Mindelo, composto por representantes da ORIO, da OPEC - Organização dos Países Exportadores de Petróleo (que esteve presente via Zoom), da empresa Artelia (fiscal das obras do Terminal de Cruzeiros), do empreiteiro da obra - Consórcio Mota-Engil - Engenharia e Construção, SA e Empreitel Figueiredo - e da empresa Martins e Fonseca - Consultor do Consórcio.

ANGOLA

Capturadas 45 mil toneladas de pescado no primeiro semestre


45 mil toneladas de peixe foram capturadas durante o primeiro semestre deste ano, na província de Benguela, informa o director provincial da Agricultura e Pescas, José Gomes.
Segundo o responsável, que falava à ANGOP à margem de uma visita do governador Luís Nunes ao município piscatório da Baía Farta, a referida quantidade resulta da pesca artesanal, semi-industrial e industrial.

ANGOLA

Expresso do CFB retoma viagens entre o Lobito e Luau


O Caminho de Ferro de Benguela (CFB) vai relançar, no dia 26 deste mês, a circulação do comboio expresso especial de passageiros entre Lobito e Luau, soube a Angop.

O chefe de comunicação institucional do CFB, António Ungulo, informa que os comboios terão duas frequências semanais, sendo uma a segunda-feira, com partida às 7 horas e chegada às 21 horas e 24 minutos e o retorno a quarta-feira, com o mesmo tempo de viagem, escalando apenas as estações do Huambo, Bié e Moxico.

INFORMATIVO MERCO SHIPPING | 16 A 23 DE JULHO DE 2021

Clipping com a actualidade dos portos brasileiros


Fique a par da actualidade dos portos brasileiros, também do sector dos transportes em geral, consultando o Informativo MERCO SHIPPING. Registos desde 11.12.2020.

CPLP

«Sem mobilidade não há negócios», alerta União de Exportadores


O presidente da União de Exportadores da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (UE-CPLP) disse à Lusa esperar um impulso da componente económica na CPLP, sublinhando que sem mobilidade não há negócios.

"Se não houver mobilidade não há capacidade de promover e de fazer negócios, porque a presença física, nalguns casos, é fundamental", disse Mário Costa em entrevista à Lusa.

COMPILAÇÃO MERCO SHIPPING

Acórdãos e Avisos da ANTAQ + Legislação avulsa


Conheça os mais recentes acórdãos e avisos da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), compilação a cargo da MERCO SHIPPING.

BRASIL

Comitiva do Porto do Rio de Janeiro visita Centro Operacional da Praticagem


Uma equipa da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), que actua no Acesso Aquaviário do Porto do Rio de Janeiro, visitou o Centro de Controle Operacional (CCO) da Atalaia da Praticagem RJ. O objectivo foi conhecer o novo simulador full mission, em vias de ser empregado no treinamento dos práticos, e discutir algumas questões no âmbito do Grupo de Trabalho (GT) que estuda melhorias na Acessibilidade Aquaviária do porto.

BRASIL

Docas do Rio tem o melhor 1.º semestre dos últimos 5 anos


Com 30,6 milhões de toneladas movimentadas nos portos, o 1.º semestre de 2021 representa um crescimento de 28,5% em relação ao mesmo período do ano passado

Os portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis , administrados pela Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), movimentaram, juntos, um total de 30,6 milhões de toneladas de cargas, ao longo do 1.º semestre de 2021. De acordo com a análise divulgada pela Autoridade Portuária, trata-se do melhor resultado dos últimos cinco anos.

BRASIL

Movimentação de cargas nos portos privados cresce quase 10% entre janeiro e abril


Os TUPs (Terminais de Uso Privado) movimentaram 249,7 milhões de toneladas de cargas nos primeiros quatro meses de 2021, o que representa crescimento de 9,9% em relação ao mesmo período do ano anterior. A movimentação total — portos públicos e privados — foi de 380,4 milhões de toneladas no período, com incremento de 9,73%.

O presidente da ATP Associação de Terminais Portuários Privados), Murillo Barbosa aponta que os TUPs foram responsáveis por 65,62% da movimentação total de cargas no quadrimestre e destaca a intensa contribuição dos TUPs para a economia nacional, desde o início da pandemia de Covid-19 no país.

CABO VERDE

ENAPOR com registo positivo no 1.º Semestre de 2021


A ENAPOR publicou os dados estatístico referentes ao 1º Semestre de 2021 que registam um aumento em quase todos os segmentos do negócio portuário, com destaque para o tráfego de passageiros que, a nível global, aumentou 10% em relação ao período homólogo.

Todos os portos registaram um crescimento considerável na movimentação de passageiros, com destaque para o Porto da Praia e o Porto Novo, com crescimento em valor absoluto de 7837 passageiros (22,3%) e 7112 passageiros (6,1), respetivamente.

ANGOLA

Cooperativas do Ambriz e Dande recebem embarcações


Nove cooperativas de pesca dos municípios do Ambriz e do Dande receberam dez embarcações a motor e kits afins para fomentar a sua actividade.
Na cerimónia, presidida pela Secretária de Estado das Pescas, Esperança da Costa, receberam embarcações quatro cooperativas do município do Ambriz e seis do Dande.

ANGOLA

Embarcações de passageiros iniciam viagens entre Cabinda e Soyo este ano


A Secil Marítima S.A prevê iniciar o transporte comercial de passageiros, entre as cidades de Cabinda e do Soyo, a partir do último trimestre do corrente ano, revelou o presidente interino do Conselho de Administração (PCA) da instituição, João Martins.

Países lusófonos exportaram menos 7,2% para Macau até abril


Os países lusófonos exportaram para o antigo território administrado por Portugal mercadorias no valor de 221 milhões de patacas (22,6 milhões de euros), de janeiro a abril de 2021, indicou a DSEC em comunicado. Por outro lado, os países lusófonos importaram produtos no valor de apenas 322 mil patacas (33 mil euros), ainda assim um aumento de 135,2%, disse.

No total, Macau exportou produtos avaliados em 4,52 mil milhões de patacas (463 milhões de euros), um aumento de 24,8%, comparativamente ao período homólogo de 2020.

BRASIL

Docas do Rio atribui o seu crescimento à meritocracia como critério de selecção para cargos de chefia


A atual gestão da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), que administra os Portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis, tem utilizado critérios técnicos nas nomeações para os cargos comissionados desde que assumiu a estatal em 2019. Com a adopção da meritocracia e a valorização de profissionais especializados nas suas respectivas áreas de atuação a Autoridade Portuária tem atingido recordes financeiros e operacionais. Números divulgados recentemente, como o crescimento de 48,5% no faturamento e de 34,7% na movimentação de cargas nos portos no 1º quadrimestre deste ano, comprovam o bom desempenho.

Diminu exportação de carvão através do Porto de Nacala


O PORTO de Nacala, na província de Nampula, exportou menos 28% de carvão moçambicano do que o previsto no primeiro trimestre deste ano, anunciou a empresa Nacala Logistics, em comunicado de imprensa. “O embarque atingiu 1,1 milhão de toneladas contra 1,5 milhão de toneladas previstas”, ou seja, “uma diferença em relação ao planificado na ordem de 28%”, lê-se no comunicado.

Os números reflectem o impacto da pandemia de Covid-19 na economia mundial, nomeadamente o abrandamento dos mercados asiáticos, os maiores clientes do carvão moçambicano, principal produto de exportação do país

Macau vai criar pavilhão de exposições sino-lusófono


O Complexo da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, em Macau, vai ter um pavilhão de exposições, que poderá estar pronto ainda este ano.

O pavilhão, com 3.100 metros quadrados, vai acolher exposições dedicadas à cooperação sino-lusófona e à cultura e história dos Países de Língua Portuguesa, assim como um centro de serviço para empresas e um centro de informações.

ANGOLA

Porto de Luanda cria Código de Conduta


Um Código de Conduta, com nove princípios fundamentados na necessidade da promoção da cultura ética de cada colaborador com a empresa, foi apresentado aos fornecedores pelo Porto de Luanda.

Com o objectivo de reforçar a ética, a eficiência e a competitividade, o código vai orientar ambas as partes no relacionamento comercial, por formas a servir cada vez melhor os seus clientes da região onde está inserido.

Noruega vai construir o primeiro túnel de navios do mundo


A Administração Costeira norueguesa (Kystverket) vai abrir licitação este ano para a construção do Túnel do Navio Star, com 1,7 quilómetros. A obra será feita em uma parte traiçoeira da costa oeste da Noruega, onde vários navios naufragaram ao longo dos anos.

A construção terá início em 2022, com inauguração prevista para 2025 ou 2026.

BRASIL

Docas do Rio adquire câmaras de VTMIS para monitoramento do tráfego aquaviário dos portos


A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) recebeu os primeiros equipamentos necessários à implantação de Local Port Services (LPS) nos portos do Rio de Janeiro, Niterói e Itaguaí. A Autoridade Portuária pretende implementar LPS nesses Portos até o final do 3º trimestre deste ano, dentro da 1ª fase dos Projetos dos VTMIS (sigla inglesa para "Sistema de Gerenciamento e Informação do Tráfego de Embarcações").

SUGESTÃO DE LEITURA

Monstros marinhos, ou a história ignorada dos Descobrimentos


Eram marinheiros, missionários, exploradores ao serviço da coroa portuguesa, mas os "monstros marinhos" e prodígios da natureza que viram no Atlântico e no Novo Mundo marcaram-nos. Muitos deles foram os primeiros a descrever animais e plantas que só muito mais tarde viriam a ser "descobertos" pelos naturalistas de Oitocentos. Mas esses relatos, do século XV ao XVIII, escritos na maioria em português e em muitos casos nunca publicados, quase não chegaram ao conhecimento dos intelectuais europeus da época. E assim permaneceram até hoje.

É essa proto-história das ciências naturalistas em português que a bióloga e historiadora Cristina Brito está a redescobrir, em relatos antigos de monstros marinhos, sereias, manatins e outros prodígios, que foi desencantar nos arquivos e quer dar a conhecer ao público e aos outros investigadores.

UMA FOTO EM DESTAQUE

Porto de Itaguaí, Rio de Janeiro


UMA FOTO EM DESTAQUE

Porto de Luanda, Angola


UMA FOTO EM DESTAQUE

Porto de Maceió, Brasil


UMA FOTO EM DESTAQUE

Porto de Nacala, Moçambique


STEVE MCCURRY

Morondava, Madagáscar


RIO DE JANEIRO, BRASIL

Baía de Guanabara


RIO DE JANEIRO, BRASIL

Corcovado antes do Cristo-Rei


UMA FOTO EM DESTAQUE

Mindelo, Cabo Verde


 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família

Newsletter: Subscrever | Newsletter: Cancelar | Política de Privacidade e Termos de Utilização