Início

ANGOLA

Unicargas regista aumento de receitas em mil milhões de kwanzas


A Transportadora de Cargas, Operadora de Terminais e Transitário (Unicargas) arrecadou seis mil milhões, 418 milhões, 564 mil e 661 kwanzas durante o ano de 2019, um aumento de cerca de mil milhões e 50 mil de kwanzas.

CABO VERDE

Concurso Público: Reabilitação do Cais de pesca de Tarrafal de São Nicolau


A ENAPOR, Empresa Nacional de Administração dos Portos, com sede social no Mindelo, S. Vicente, telefone (238) 230 75 00, fax (238) 232 43 37/ (238) 232 21 70, C.P. 82, por este anúncio, faz saber que se encontra aberto o Concurso Público destinado à "Empreitada de Reabilitação do Cais de Pesca de Tarrafal de São Nicolau", ilha de São Nicolau.

BRASIL

GNL chega ao Maranhão para impulsionar indústrias e abastecer veículos


A Golar Power Latam assinou protocolo de intenções com a Companhia Maranhense de Gás – Gasmar, em São Luís (MA), durante o Fórum Maranhense de Distribuição de Gás Natural.

Na ocasião, foram apresentadas as ações para a distribuição do GNL (gás natural liquefeito), incluindo estudo de viabilidade para uma Unidade Flutuante de Armazenamento e Regaseficação (FRSU) da Golar no Porto de Itaqui, e seu transporte por meio dos camiões movidos a GNL, inéditos no Brasil.

A impressão 3D pode revolucionar a aquisição de peças de reposição?


A empresa diz que a digitalização dos processos de compras pode reduzir em 80% o tempo de processamento de pedidos de peças de reposição, uma consideração importante para a indústria marítima, onde a redução do tempo de locação de navios é crítica.

BRASIL

Movimentação de carga no Porto do Rio de Janeiro cresce 3,4% em 2019


O Porto do Rio de Janeiro movimentou um total de 7,42 milhões de toneladas de cargas em 2019, o que corresponde a um crescimento de 3,4% em relação a 2018. As maiores altas foram registadas na movimentação de contêineres e de granéis sólidos, que aumentaram 4,7% e 22,3% (em tonelada), respectivamente. Os dois tipos de carga somam juntos cerca de 87% da movimentação total do porto. Os dados foram divulgados pela Gerência de Planejamento de Negócios da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ).

FIDA apoia agricultura e pescas em Moçambique


O Banco de Moçambique e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) assinaram em Roma, Itália, dois acordos de financiamento no valor global de 115,5 milhões de dólares para a agricultura e pescas.

BRASIL

Marintec - Navalshore volta a apresentar Negócios em 15 minutos


A Marintec South America - Navalshore, em sua 16ª edição, voltará a apresentar o evento denominado "Negócios em 15 minutos", após uma década. Esta iniciativa colocará frente a frente empresas com perfil comprador e fornecedores de bens e serviços, em reuniões pré-agendadas.

PORTUGAL

Revista da Armada, Fevereiro 2020


Divulgamos a edição da "Revista da Armada" referente a Fevereiro de 2020, uma publicação criada em 1971 por iniciativa do Ministro da Marinha, Almirante Pereira Crespo.
Trata-se de uma publicação periódica, propriedade da Marinha Portuguesa, com conteúdos de cariz essencialmente naval. 36 páginas.

MOÇAMBIQUE

Porto de Maputo regista novo record de processamento de carga em 2019


Os volumes manuseados pelo Porto de Maputo atingiram 21 milhões de toneladas em 2019, batendo assim o record de 2018, de 19,5 milhões de toneladas. Este crescimento de 8% esteve principalmente baseado no manuseamento de crómio e um crescimento substancial no manuseamento de contentores e magnetite.

Navio-escola Sagres no Rio de Janeiro


O navio-escola "Sagres" chegou ao Rio de Janeiro através das águas da baía de Guanabara, reentrância costeira que deu nome à embarcação quando esta pertencia à Marinha do Brasil, tendo sido recebido pelo ministro da Defesa português.

Mais de um mês a navegar à vela, após ter saído de Portugal no dia 5 de janeiro para uma viagem de circum-navegação, o navio-escola "Sagres" atracou no Brasil, "num ciclo que se completa", segundo o ministro da Defesa Nacional de Portugal, João Gomes Cravinho.

BRASIL

Itajaí, um porto resiliente


Segundo o dicionarista Houaiss “resiliência no sentido figurado é a capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças”. O porto de Itajaí ao longo de sua história tem dado repetidas demonstrações de sua resiliência frente às adversidades e aos humores do mercado.

1804

Viagem inaugural da primeira locomotiva do mundo


No dia 13 de Fevereiro de 1804, foi realizada a viagem inaugural do "cavalo mecânico", a primeira locomotiva. A máquina a vapor sobre trilhos destinava-se ao transporte mais rápido e eficiente de matérias-primas.
O director técnico do Museu Ferroviário de Bochum-Dalhausen, Thomas Huhn, explica que os trilhos sempre foram usados na mineração, só que os vagões eram puxados por cavalos. O construtor galês Richard Trevithick foi o inventor do "cavalo mecânico", que podia fazer mais força, sem nunca se cansar. Um cavalo com a força baseada na já então famosa invenção de James Watt, a máquina a vapor.

Coronavírus desestabiliza mercado mundial de gás


O surto de coronavírus desestabilizou o mercado mundial de gás diante da forte queda na procura e das ameaças de importadores chineses de cancelar até 70% das importações marítimas em Fevereiro. Além disso, as empresas sofrem para conseguir pessoal para trabalhar nos portos.

ANGOLA

Navios de cruzeiro podem atrair investimentos


A atracagem de navios de cruzeiro no país, à semelhança do "Seabourne", que esteve no Porto de Luanda, contribui para a divulgação da imagem de Angola no mundo, declarou o director nacional da promoção turística e reservas, Lukene Araújo.

BRASIL | VÍDEO

Presidente da Docas-PB detalha vagas do concurso e obras para 2020


A Presidente da Companhia Docas da Paraíba (Docas-PB), Gilmara Temóteo, deu entrevistas onde pôde detalhar as possíveis vagas para o concurso que será realizado no segundo semestre e ainda algumas das principais obras de 2020 no Porto de Cabedelo.

NESTE PRIMEIRO TRIMESTRE

Coronavírus pode provocar rombo de 6 milhões de TEU nos portos chineses


Os volumes de carga contentorizada nos portos chineses poderão sofrer um impacto negativo de cerca de seis milhões de TEU no primeiro trimestre do presente ano, tudo devido à ameaça – cada vez mais global – do coronavírus. Recorde-se que os portos chineses permanecem abertos ao comércio, com excepção dos de Wuhan (foco do surto), que movimentaram 1,7 milhão de TEU em 2019.

LIVRO DE 1928

CAMINHO DE FERRO DE BENGUELA - LOBITO - A mais curta estrada para a África Central


Livro de apresentação do CFB (Caminho de Ferro de Benguela) e do território que o mesmo percorre, nomeadamente desde o Lobito à fronteira zâmbiana. Com realce para as condições técnicas e de equipamentos da altura e da importância económica para a zona de África que o mesmo servia. Com extraordinárias fotografias e bonitas ilustrações.

Uma raridade com mais de cem anos.

SUGESTÃO DE LEITURA

A Redondeza da Terra e Outras Histórias da Ciência e da Cartografia


Este livro, baseado na série Histórias da Ciência divulgada no PÚBLICO em 2018, procura despertar o interesse de toda a gente para aspectos da história da ciência normalmente ausentes da literatura especializada. Uma característica partilhada pela maioria dos episódios aqui contados é referirem-se a actividades praticadas por pessoas anónimas ou pouco conhecidas, por vezes até iletradas, em áreas tão diversas como a navegação, a cartografia, a medicina e a história natural.

FAFE, PORTUGAL

Museu das Migrações e das Comunidades


O Museu das Migrações e das Comunidades foi criado em 12 de Julho de 2001 por deliberação da Câmara Municipal de Fafe, como plataforma virtual, com a designação de Museu da Emigração e das Comunidades. Inscreve as suas finalidades na perspectiva do conhecimento dos movimentos migratórios e, em especial, da emigração portuguesa, detendo-se particularmente na emigração para o Brasil do século XIX e na emigração para os países europeus da segunda metade do século XX.

SUGESTÃO DE LEITURA

Monstros marinhos, ou a história ignorada dos Descobrimentos


Eram marinheiros, missionários, exploradores ao serviço da coroa portuguesa, mas os "monstros marinhos" e prodígios da natureza que viram no Atlântico e no Novo Mundo marcaram-nos. Muitos deles foram os primeiros a descrever animais e plantas que só muito mais tarde viriam a ser "descobertos" pelos naturalistas de Oitocentos. Mas esses relatos, do século XV ao XVIII, escritos na maioria em português e em muitos casos nunca publicados, quase não chegaram ao conhecimento dos intelectuais europeus da época. E assim permaneceram até hoje.

É essa proto-história das ciências naturalistas em português que a bióloga e historiadora Cristina Brito está a redescobrir, em relatos antigos de monstros marinhos, sereias, manatins e outros prodígios, que foi desencantar nos arquivos e quer dar a conhecer ao público e aos outros investigadores.

PÁGINAS DA HISTÓRIA

O «homo viator» e a dimensão simbólica da viagem


Segundo Paulo Lopes, mestre em História Medieval, “o universo que envolve os livros de viagens medievais dá bem a ver como o homem medievo é essencialmente um homo viator. Um homem cujo imaginário é ao longo dos séculos cada vez mais preenchido pela dimensão simbólica da viagem e dos espaços longínquos a ela associados. Um homem que anda sempre e vê sempre, seja pelos caminhos físicos do espaço que percorre, seja pelos caminhos iniciáticos que conduzem à salvação da sua alma.”
 

VIAJANDO PELA HISTÓRIA

O Medo do Mar


Para o homem europeu, o oceano era um lugar perturbador, onde o reino da água excluía a vida humana. O homem podia percorrer os rios, navegar nos mares interiores, mas quando as águas se estendiam a perder de vista, até distâncias completamente desconhecidas, como o caso do oceano Atlântico, então o mar transformava-se no reino de todos os monstros.

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

Newsletter: Subscrever | Newsletter: Cancelar | Política de Privacidade e Termos de Utilização