Início

Portos devem servir para transbordo de mercadorias em África


O Ministro dos Transportes, Ricardo D'Abreu, revelou ser pretensão do governo fazer dos portos angolanos verdadeiras plataformas logísticas regionais para o transbordo de mercadorias africanas.

Segundo Ricardo de Abreu, hoje a actividade dos portos nacionais está mais virada para a importação e exportação de bens, quando deviam servir de plataformas logísticas nacionais e regionais, articulados com o caminho de ferro de Benguela.

BRASIL

Investimento facilitará exportação pelo Norte do país


O setor produtivo do Centro-Oeste brasileiro ganhou um forte aliado na estratégia de fortalecimento de exportação de produtos pelo Arco Norte, que conecta os portos de Itacoatiara (Amazonas), Santarém e Barcarena (Pará) e Itaqui (Maranhão) com trechos de hidrovias e rodovias.

MOÇAMBIQUE

Pesca de camarão interdita por cinco meses


É uma medida que visa tornar sustentável a captura do marisco. Daí que de Novembro deste ano a Março de 2021, a pesca do camarão será interdita no país.

O Ministério do Mar, Águas Interiores e Pescas anunciou o novo calendário do período de defeso e veda do camarão de superfície e caranguejo de mangal no banco de Sofala, na baía de Maputo e na foz do Rio Limpopo.

Técnica com luz solar torna água do mar potável em menos de 30 minutos


Cientistas conseguiram transformar água salobra e do mar em água potável, em menos de 30 minutos, usando quadros de metal-orgânicos (MOFs) e luz solar.

De acordo com a agência Europa Press, a equipa não só foi capaz de filtrar partículas nocivas da água e gerar 139,5 litros de água limpa por quilograma de MOF por dia, como também realizar esta tarefa com mais eficiência energética do que as práticas de dessalinização atuais.

INÍCIO OFICIAL ESTE DOMINGO

Muros externos do Porto do Rio de Janeiro ganham novas cores com pinturas de 18 artistas


A partir deste domingo (27), começa oficialmente a exposição do ‘Rua Walls’, projecto urbanístico de arte pública, aberta e acessível, com a participação de 18 artistas. Eles transformaram 1,5 km dos muros dos armazéns do Porto do Rio de Janeiro, na Avenida Rodrigues Alves, em obras de arte, integrando o porto à vida cultural da cidade. Os murais foram pintados durante um mês.
 

CABO VERDE

Reabertura do Serviço Comercial da Administração do Porto Grande


  Após breve período para obras, teve lugar na ENAPOR, em São Vicente, a reabertura do Serviço Comercial da Administração do Porto Grande.

Com uma nova cara, de acordo com a imagem corporativa da empresa, o novo espaço caracteriza-se por um Layout “Clean” e amplo, reunindo todas as condições de conforto e bem-estar dos nossos colaboradores e dos nossos clientes, sendo adoptadas todas as devidas medidas de prevenção contra a pandemia do COViD-19.

Angola sem incidentes marítimos


 O Instituto Marítimo e Portuário de Angola (Impa) está sem registos de qualquer acidente no espaço marítimo de Angola, nos últimos anos, considerando segura a navegação nas águas nacionais.

Não obstante a estabilidade registada no mar, o técnico sénior da Impa, Mário Mata defende a implementação de projectos para a melhoria das condições de ajuda na segurança a navegação na costa, portos, baias e arredores das instalações portuárias do País, assim como rios e lagoas.

Plataforma de comércio electrónico da China inaugura pavilhão virtual dedicado a Portugal


O gigante chinês do comércio eletrónico JD.com inaugurou um pavilhão virtual dedicado à venda de produtos portugueses, consumando um acordo assinado em 2018 com a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).
Numa primeira fase, o portal vai focar-se nos vinhos, mas o projeto está aberto a diferentes setores, incluindo o agroalimentar, explicou à agência Lusa o presidente da AICEP, Luís Castro Henriques.

MOÇAMBIQUE

Porto da Beira recebe primeiro navio de pesca após reabilitação


  Após reconstrução, o maior porto de pesca de Moçambique, na cidade da Beira, capital da província de Sofala, recebeu recentemente o primeiro navio de pesca, um barco que transportava 500 toneladas de carapau, avança o Jornal Notícias.
Segundo o diário moçambicano, o Director do Porto de Pesca da Beira, António Remédio, disse que a embarcação, com 119 metros de comprimento e 4,7 metros de calado, atracou e zarpou sem quaisquer contratempos.

BRASIL

Empresas do Porto do Rio de Janeiro entregam cestas básicas pelo 6º. mês consecutivo


 A acção solidária da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) e das arrendatárias dos terminais do Porto do Rio de Janeiro, que visa minimizar os impactos socioeconómicos provocados pela pandemia, chegou ao sexto mês. A entrega das cestas básicas de setembro aconteceu esta quinta-feira (24), beneficiando 105 famílias vulneráveis da comunidade do Caju, bairro circunvizinho ao porto.

CMA CGM LEVA O «BRASIL» À COSTA LESTE DOS EUA:

ULCV bate recordes na América do Norte


  O navio porta-contentores ‘CMA CGM Brasil’, da transportadora marítima de contentores francesa, tornou-se no maior Ultra Large Container Vessel (ULCV) a entrar no Porto de Nova Iorque e Nova Jérsia, na Costa Leste dos Estados Unidos da América.

«O nosso navio ‘CMA CGM Brasil’ é, sem dúvida, um recordista», declarou a transportadora marítima, na sequência no estabelecimento de um novo record por parte do porta-contentores, agora em portos americanos. Com 366 metros de comprimento – o equivalente a oito Estátuas da Liberdade – e 51 metros de boca, o navio da CMA CGM tem capacidade para 15.072 de TEU e está actualmente alocado ao serviço semanal ‘Columbus JAX’.

CHINA

Fujian sugere a Macau parque industrial lusófono


 O Governador da província de Fujian, Wang Ning, sugeriu a construção de um parque industrial que possa potenciar de forma plena as vantagens de Macau como uma plataforma de cooperação económica e comercial com os Países de Língua Portuguesa.

Angola vai abrir concurso para concessão do corredor ferroviário do Lobito


 O Governo angolano vai abrir concurso para a concessão do Corredor do Lobito, um corredor ferroviário para tráfego internacional de mercadorias com início no Porto do Lobito  e que atravessa o país até à fronteira leste com a República Democrática do Congo e Zâmbia.

BRASIL

Docas do Rio extingue protocolo físico e passa a receber correspondências externas por sistema electrónico


Com a recente implantação do Sistema Eletrônico de Informação – SEI Multiórgãos, a Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), Autoridade Portuária que administra os Portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis, vai extinguir o serviço de protocolo físico em outubro.

18 DE NOVEMBRO

Portugal Exportador 2020: evento terá versão presencial e digital


  Em 2020 com novidades: o Portugal Exportador terá uma versão presencial e digital, com a introdução de uma nova plataforma digital a ser anunciada brevemente.
O caminho para a exportação faz-se no dia 18 de Novembro, no PT Meeting Center da FIL – Feira Internacional de Lisboa, no Parque das Nações.

LIVRO DE 1928

CAMINHO DE FERRO DE BENGUELA - LOBITO - A mais curta estrada para a África Central


Livro de apresentação do CFB (Caminho de Ferro de Benguela) e do território que o mesmo percorre, nomeadamente desde o Lobito à fronteira zâmbiana. Com realce para as condições técnicas e de equipamentos da altura e da importância económica para a zona de África que o mesmo servia. Com extraordinárias fotografias e bonitas ilustrações.

Uma raridade com mais de cem anos.

SUGESTÃO DE LEITURA

A Redondeza da Terra e Outras Histórias da Ciência e da Cartografia


Este livro, baseado na série Histórias da Ciência divulgada no PÚBLICO em 2018, procura despertar o interesse de toda a gente para aspectos da história da ciência normalmente ausentes da literatura especializada. Uma característica partilhada pela maioria dos episódios aqui contados é referirem-se a actividades praticadas por pessoas anónimas ou pouco conhecidas, por vezes até iletradas, em áreas tão diversas como a navegação, a cartografia, a medicina e a história natural.

FAFE, PORTUGAL

Museu das Migrações e das Comunidades


O Museu das Migrações e das Comunidades foi criado em 12 de Julho de 2001 por deliberação da Câmara Municipal de Fafe, como plataforma virtual, com a designação de Museu da Emigração e das Comunidades. Inscreve as suas finalidades na perspectiva do conhecimento dos movimentos migratórios e, em especial, da emigração portuguesa, detendo-se particularmente na emigração para o Brasil do século XIX e na emigração para os países europeus da segunda metade do século XX.

SUGESTÃO DE LEITURA

Monstros marinhos, ou a história ignorada dos Descobrimentos


Eram marinheiros, missionários, exploradores ao serviço da coroa portuguesa, mas os "monstros marinhos" e prodígios da natureza que viram no Atlântico e no Novo Mundo marcaram-nos. Muitos deles foram os primeiros a descrever animais e plantas que só muito mais tarde viriam a ser "descobertos" pelos naturalistas de Oitocentos. Mas esses relatos, do século XV ao XVIII, escritos na maioria em português e em muitos casos nunca publicados, quase não chegaram ao conhecimento dos intelectuais europeus da época. E assim permaneceram até hoje.

É essa proto-história das ciências naturalistas em português que a bióloga e historiadora Cristina Brito está a redescobrir, em relatos antigos de monstros marinhos, sereias, manatins e outros prodígios, que foi desencantar nos arquivos e quer dar a conhecer ao público e aos outros investigadores.

PÁGINAS DA HISTÓRIA

O «homo viator» e a dimensão simbólica da viagem


Segundo Paulo Lopes, mestre em História Medieval, “o universo que envolve os livros de viagens medievais dá bem a ver como o homem medievo é essencialmente um homo viator. Um homem cujo imaginário é ao longo dos séculos cada vez mais preenchido pela dimensão simbólica da viagem e dos espaços longínquos a ela associados. Um homem que anda sempre e vê sempre, seja pelos caminhos físicos do espaço que percorre, seja pelos caminhos iniciáticos que conduzem à salvação da sua alma.”
 

VIAJANDO PELA HISTÓRIA

O Medo do Mar


Para o homem europeu, o oceano era um lugar perturbador, onde o reino da água excluía a vida humana. O homem podia percorrer os rios, navegar nos mares interiores, mas quando as águas se estendiam a perder de vista, até distâncias completamente desconhecidas, como o caso do oceano Atlântico, então o mar transformava-se no reino de todos os monstros.

Vida em Marte ligada às salinas de Aveiro


Um cientista português que lidera uma unidade de astrobiologia em Macau disse à Lusa que está envolvido em projetos para descobrir vida em Marte, uma missão com paragens previstas em Cabo Verde e nas salinas de Aveiro.

“Temos atualmente saídas de campo, recolhas de amostras programadas para cabo verde, interior da china, salinas em Aveiro, salinas que existem no interior de Espanha, porque todas elas têm condições que são extremamente interessantes e bastante úteis para o estudo de Marte”, salientou o responsável pela unidade de astrobiologia do Laboratório de Referência do Estado para a Ciência Lunar e Planetária da MUST.

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Newsletter: Subscrever | Newsletter: Cancelar | Política de Privacidade e Termos de Utilização